Os heróis são mais violentos do que os vilões segundo pesquisa

by
Se você é fã do Universo Cinematográfico da Marvel, você já deve saber que Thanos é o maior vilão que os Vingadores enfrentaram. Afinal de contas ele tomou medidas bastante brutais para poder adquirir as Joias do Infinito, e em seguida acabou com a metade das vidas de todo o universo com um estalar de dedos. Isso é claramente um trabalho de um vilão.
Acontece que isso depende da sua perspectiva e de como você mede as ações e consequências gerais. Um novo estudo da Pennsylvania State University descobriu que enquanto alguns vilões podem ter algumas morais e valores duvidosos quando se trata de suas ações, são os heróis que realizam mais violência em geral. 

Os pesquisadores assistiram a 10 filmes que fizeram sucesso entre 2015 e 2016, tanto da Marvel como da DC – filmes como Batman vs Superman, Esquadrão Suicida, Vingadores: A Era de Ultron entre outros – categorizando os principais personagens em mocinhos/protagonistas e vilões/protagonistas. A equipe mensurou as ações de cada personagem e as descobertas são surpreendentes. Os mocinhos tiveram uma média de 23 atos violentos por hora, enquanto os vilões 18. Além disso os mocinhos eram mais propensos a serem visto lutando quase o dobro da taxa dos vilões, usando armas letais, e destruindo propriedades. 

Um dos dados que mais chocam revela que heróis comentem assassinato em uma taxa mmuito maior comparando os vilões resultando em 168 para 93. Houve apenas uma categoria de atos em que os vilões assumiram a liderança que é a de intimidação/bullying/tortura registrando 237, em oposição a 144 para os heróis.
Para os pesquisadores, esses números apresentam uma visão complicada dos super heróis como “mocinhos”, já que as crianças muitas vezes encaram seus super heróis favoritos como modelo. 

“Crianças e adolescentes enxergam heróis como os ‘caras bons’ e podem ser influenciados por sua retratação de atos de risco e violência. Provedores de cuidado pediátrico devem educar famílias sobre a violência retratada neste gênero de filmes e os perigos potenciais que podem ocorrer aos pequenos que tentarem emular estes ‘heróis’”. 

O que você acha? Será que os heróis são os verdadeiros vilões? Deixe sua opinião nos comentários!

DIY: Luminária com Action Figures de super-heróis

by
Essa DIY foi feita especialmente para os fãs de quadrinhos! Nesse DIY você vai aprender a fazer uma luminária personalizada com seus super-heróis favoritos. É uma peça de decoração tão charmosa que nem aparenta ser simples de ser feita.


Eu sei que aqui no Brasil Action Figures geralmente são caras, mas sempre existem aqueles genéricos que você pode encontrar por um que cabe na carteira. E já que a intenção é pintar tudo, a única coisa que importa aqui é o formato do boneco.

O processo para fazer essa obra de arte em casa é simples. Primeiramente é colar as figuras de ação juntas, pintá-las com primer para ajudar uniformizar todas as cores para receber a camada de tinta que você escolher. Depois de todo esse processo, é só expor a sua luminária ou então embrulhar ela e entregar como presente para alguém.














As Melhores HQs da Capitã Marvel

by

A Capitã Marvel além de ser uma das maiores heroínas da Marvel, é também o símbolo do feminismo no mundo dos quadrinhos. Em 2019 ela estará estreando nos cinemas com seu próprio filme de origem.
Se você assistiu ao trailer de Capitã Marvel, e ficou com vontade de conhecer mais da personagem e quer se preparar para o filme, seus problemas acabaram, pois nós listamos as melhores HQs para você chegar preparado no cinema em 2019.

A Maior Heróina da Terra



Se você está afim de ler algo mais recente, mas de qualquer forma quer conhecer a história de origem da personagem, uma boa indicação é Capitã Marvel: A Maior Heróina da Terra. A HQ foi lançada em 2012, emostra Carol Danvers assumindo o papel da Capitã Marvel pela primeira vez. Essa HQ serviu de base para boa parte do roteiro do filme, então esse é um bom ponto de partida.

A Morte do Capitão Marvel


Antes da Capitã Marvel, já existia o Capitão Marvel. Alter ego do alienígena Kree Mar-Vell, personagem criado pelo grande Stan Lee e Gene Colan em 1967, na HQ Marvel Superheroes #12. Em A Morte do Capitão Marvel, o herói é diagnosticado com câncer e vai morrendo aos poucos. Na época em que ela foi lançada, foi bastante elogiada por mostrar um herói tão poderoso tendo de lidar com um problema comum, e que acaba afetando milhares de pessoas ao redor do mundo, de forma humana.

Capitã Marvel e Capitão Mar-Vell


Em 2017, a Marvel promoveu a Generations, evento na qual as versões originais dos heróis encontraram as novas versões de cada personagem. E com isso a Capitã Marvel e Mar-Vell se uniram para uma aventura. Na trama, os dois heróis tentam entender o papel deles no mundo, e o que significa ser o Capitão/ Capitã Marvel enquanto viajam em uma dimensão estranha.

Inimigo Interior


Nessa HQ, a história se passa em torno de Carol Danvers descobrindo que tem uma lesão no cérebro, enquanto o vilão Yon-Rogg tenta se infiltrar na mente da heroína e a trama decorre disso.

Guerra Civil II


Nessa HQ, a Capitã Marvel e o Homem de Ferro batem de frente um com o outro após o surgimento de Ulysses Cain, um Inumano com a capacidade de prever o futuro. Carol vê nesse poder a chave para impedir que futuras ameaças se tornem realidade. Já Tony, argumenta que é errado sentenciar uma pessoa por um delito que ela ainda não cometeu. 

Jogos retros que seriam perfeitos em VR

by

Demorou um tempo para que a tecnologia alcançasse o conceito, mas os jogos de realidade virtual estão finalmente (e lentamente) se tornando um gênero legítimo. Fones de ouvido como o Oculus Rift, o HTC Vive e o PlayStation VR estão trazendo jogos totalmente imersivos para salas de estar de maneiras que nunca vimos antes (desculpem os fãs da Nintendo, mas o Virtual Boy foi um grande fracasso).
Enquanto os desenvolvedores estão trabalhando duro para aproveitar ao máximo a nova tecnologia e tentando criar jogos realmente bons em um admirável mundo novo de RV, achamos que a plataforma é o lugar perfeito para ressuscitar alguns dos nossos títulos retrô favoritos também! Embora a obtenção de alguns desses jogos em um headset VR existente não seja mais do que um sonho devido a problemas de licenciamento entre a Nintendo, Sony, Microsoft e centenas de editores de jogos diferentes, estamos colocando nossos óculos e esperando por um milagre.
Então aqui está uma lista de alguns jogos retro que seriam perfeitos para a revolução VR:

1- Duck Hunt

Vamos começar com o jogo mais óbvio da lista, o clássico do NES, Dunk Hunt. O jogador podia ficar no meio de uma clareira, totalmente cercado por lagoas, árvores, grama alta e aves aquáticas escondidas. Patos podem emergir atrás de você, o que significa que os jogadores teriam que estar constantemente à espreita, e usar seus ouvidos para escutar grama farfalhante ou grasnidos aéreos. É um conceito simples, claro, mas a simplicidade é o que fez o Duck Hunt funcionar tão bem em primeiro lugar.

2 – Pole Positon

Um dos tipos de jogos que devem funcionar perfeitamente para a RV é a corrida. Prenda o seu fone de ouvido, conecte um controle do volante, pule em um carro de corrida e rasgue a calçada de uma pista famosa. Pole Position foi um dos primeiros jogos de corrida, apresentado em arcadas antes de ser transportado para o Atari e depois para outros consoles. Uma versão VR de dentro do banco do motorista, mas mantendo os gráficos de 8 bits, seria incrível.

3 - Doom / Wolfenstein 3D

Se você preferir lutar contra demônios no Inferno ou nazistas na Alemanha, ambos os jogos são amplamente responsáveis ​​por popularizar o gênero de tiro em primeira pessoa, e foram alguns dos primeiros jogos a apresentar ambientes 3D completos. Seria incrível amarrar um fone de ouvido de realidade virtual e derrubar os inimigos novamente, dessa vez totalmente imersos no jogo.

4 – Super Mario Bros

Admitimos que o Super Mario Bros pode não se traduzir perfeitamente em um tipo de configuração de RV em primeira pessoa. Mas caramba, é um clássico, e os jogos estão entrando em realidade virtual, nós queremos o Reino dos Cogumelos incluído. Os modders já tentaram recriar esse tipo de coisa, especialmente no Minecraft , mas nós queremos uma versão polida oficial, onde podemos olhar através dos olhos de Mario (ou se você preferir, Luigi) e atravessar um nível cheio de goombas, Bullet Bills. Além disso, uma batalha em primeira pessoa com Bowser soa aterrorizante e surpreendente. Alternativamente, uma versão VR do mundo aberto Super Mario 64 também seria incrível.

5 - Punch Out!

Punch Out! é um jogo de luta que queremos experimentar em VR. O original Punch Out! Era muito mais simples, colocando o bom e velho Little Mac contra uma lista de boxeadores cada vez mais duros, que dependiam apenas de seus punhos e de uma série de padrões predeterminados. A jogabilidade nem precisaria ser atualizada, na verdade, nós só queremos realmente entrar no ringue (completo com Mario como o juiz) e participar da própria ciência doce.

6 – Portal

Talvez seja muito cedo para chamar o Portal de um jogo “retrô”, mas o quebra-cabeça original da Valve já tem dez anos! Isso é basicamente antigo, pelos padrões tecnológicos. A única coisa que o emprestaria perfeitamente à realidade virtual é sua simplicidade. Em uma época em que todo jogo parece ter um sistema de inventário complicado ou algum tipo de mecanismo de criação, o Portal era fácil. Portal azul, portal laranja, salto, botão de ação. Apenas quatro coisas para saber. Isso deixaria os jogadores de RV se concentrarem na loucura dos quebra-cabeças de flexão de física que encantavam o Portal (e sua sequência) para os fãs de todos os lugares. Pisar diretamente na pele de Chell enquanto ela luta contra o GlaDOS seria uma incrível experiência de RV.


A Evolução da Cultura Pop

by


Uma das coisas que eu acho mais interessante dos personagens da Cultura Pop é como eles evoluíram com o tempo e como é perceptível essa diferença. Pensando em reunir a evolução de alguns personagens, o ilustrador Jeff Victor criou uma série de ilustrações divertidas com um traço único e de um jeito divertido. Confira abaixo algumas ilustrações:
















Se você gostou das ilustrações e quer ver mais trabalhos dele, clique aqui para acessar o Instagram de Jeff Victor!

Os Maiores Pais do Cinema

by

O dia dos pais chegou, e como forma de homenagem resolvemos relembrar os maiores companheiros de todas as horas do cinema. Tem pai das animações, da ação, comédia... pai de todas as formas possíveis. Confira abaixo e não esqueça de dar os parabéns para o seu pai!

1.Marlin – Procurando Nemo

Pai solteiro, Marlin é super protetor (de forma sufocante) com Nemo. Tanto que quando o peixinho se perde ele atravessa um oceano inteiro para encontra-lo. Além do final feliz do reencontro entre pai e filho, Marlin aprende que amor demais não quer dizer prender o filho em um aquário.

2.Mr. Levenstein – American Pie

É impossível falar de pais e não lembrar do pai do Jim. Todos nós nos sentimos constrangidos pelo Jim quando seu pai decidia sentar com ele e falar sobre relacionamentos amorosos e sexualidade. Ele ficou famoso pelos flagras acidentais e constrangedores com o filho, mas mesmo assim ele tentava trazer a situação para o lado positivo e tirar algum ensinamento com aquilo.

3.Mufasa – O Rei Leão

Mufasa é o corajoso Rei da Selva e pai do pequeno Simba. Além de ser amoroso, integro e justo para Simba, ele sabe dar uma surra no filho quando é preciso, mas sempre com sabedoria. E sim, eu tenho certeza que caiu um cisco no seu olho quando ele morre e vemos Simba falando “Pai, tem que levantar”.

4.Chris Gardner – A procura da Felicidade

Sou um pouco suspeito de falar de qualquer filme com Will Smith, já que sou um grande fã do ator, mas acredito que todos concordam que A Procura da Felicidade traz uma figura exemplar. Correndo atrás do sonho de dar uma vida melhor a seu filho, ele enfrenta o abandono de sua mulher, uma péssima condição financeira e um estágio onde não recebia um tostão sequer. Um filme tocante que, para muita gente serve como lição de vida.

5.Henry Jones – Indiana Jones

Interpretado por Sean Connery, Henry Jones não é só pai de Indiana Jones, mas também seu mentor. Ele é especialista em assuntos referentes ao Santo Graal e é capturado pelos nazistas para ajudar na busca pelo artefato, o resto todo mundo sabe.

6.Darth Vader – Star Wars

Não tem como não colocar ele na lista. Ele foi para o lado negro da força por amor, abandonou seu filho quando era pequeno, explodiu o planeta em que a filha morava, e acima de tudo, arrancou a mão de seu filho enquanto duelava com ele. Mesmo assim ele é um dos pais mais famosos e mais adoráveis do cinema. Claro que seria injusto não falar que ele salvou o filho e teve sua redenção.

7.Big Daddy – Kick Ass

Para muitos filhos, o pai é um super-herói. Mas e se ele realmente fosse um super-herói? É o que acontece com Nicolas Cage em Kick Ass, onde ele interpreta Big Daddy. No filme ele ajuda a sua pequenina a se tornar uma verdadeira máquina de combate mortífera contra o crime, e a torna a super-heroína Hit-Girl.  

8.Rocky Balboa – Rocky

O boxeador mais famoso do mundo também é pai. No filme o personagem interpretado por Sylvester Stallone dá um discurso impressionante para o filho. Confira o trecho abaixo.


9.Don Vitto Corleone – O Poderoso Chefão

Em O Poderoso Chefão Vitto Corleone é o exemplo de homem, que apesar da vida nada correta que leva, dentro de casa é amado e respeitado por todos os entes da família e sempre a coloca em frente dos negócios.

10.Homer Simpson – Os Simpsons

Homer Simpson não pode ser considerado um exemplo de pai. Relaxado, grosseiro, competente e preguiçoso ele vive aprontando com os filhos para a nossa alegria, mas não podemos dizer que ele não dá o seu melhor.
Gostou da lista? Se faltou algum, diga para a gente. Feliz Dia dos Pais!

Top Ad 728x90

Top Ad 728x90